"Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração"               Jer 29:13

2018

Mensagem da Semana

Mensagens anteriores

Mensagens de encorajamento

JAMI - CBN

  Bíblia   Sagrada

Cura e Libertação

     Portal      Batista

Assinar Livro de visitas

Livro de visitas Registros Antigos

Facebook

Perdoar as Ofensas

13.07.2019  

Suportando-vos uns aos outros e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.” Colossenses 3:13.

Falar de perdão, assim como de amor, é falar do próprio Deus; é referir-se à graça imerecida,, é viver algo que o mundo prega. Aquele que se converte ao Senhor Jesus, que pretende levar a sério a vida cristã, precisa compreender bem essa necessidade de perdoar ao próximo; desse ato depende toda a felicidade que uma pessoa almeja encontrar em Cristo.

Perdoar é uma das mais fortes evidências de que realmente houve um encontro com Deus, e quem não perdoa faz com que o inimigo encontre uma abertura pela qual ainda controla a vida da pessoa. O perdão pleno e incondicional é a prova de que o indivíduo saiu do império das trevas e foi transportado para o Reino do Filho do Seu amor (Colossenses 1:13).

A Bíblia é clara ao mostrar que, se quere­mos ser perdoados por Deus, temos de fazer o mesmo pelos nossos semelhantes. O perdão é inerente à nova vida que alcançamos em Cris­to Jesus, fazendo parte da bênção que recebe­mos por tê-Lo residindo em nós. Soma-se a isso o fato de que é na extensão que perdoamos que também somos perdoados. Sem dúvida, é pelo ato de perdoar que se cumpre a máxima na qual o Senhor afirmou que é dando que se recebe (Lucas 6:38).

“E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas.” Marcos 11:25,26.

“Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.” Mateus 6:12.

Os textos destacados nos mostram que o perdão é condição fundamental para que Deus nos atenda e responda nossas orações. Não podemos esquecer que somos devedores dEle; fomos perdoados de nossa dívida original (o pecado que herdamos de Adão) e somos perdoados constantemente por nossas falhas. Essa é a natureza de Deus: o perdão. Portanto, se queremos andar com Ele, se queremos merecer Seus favores, precisamos tirar tudo que impede a Sua ação em nossa vida. E uma das coisas que devemos fazer para limpar o caminho é perdoar as falhas daqueles que erram contra nós. Somos considerados filhos de Deus por causa da Sua graça e do Seu perdão; então, como ousamos não perdoar os que nos ofendem? Da nossa vida o Senhor Deus espera que seja dito: “Tal Pai, tal filho”.

Exerça o tipo de perdão divino; lance fora, jogue no “mar do esquecimento” as ofensas feitas contra você. Perdoe de coração e Deus lhe perdoará também, e abrirá as portas celestiais para que Suas bênçãos recaiam sobre sua vida. Tome a decisão mais bela de toda a sua caminhada cristã: perdoe.

Extraído e adaptado do livro: Presente - A dádiva que abençoa a quem o dá

Autor: R. R. Soares

Para Meditar:"Então Pedro, aproximando-se dele, lhe perguntou: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu hei de perdoar? Até sete? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete; mas até setenta vezes sete." Mateus 18:21-22.

Oração: “Senhor, eu Te peço que perdoe as minhas falhas, purifique a minha vida e quebranta o meu coração, para que eu perdoe sempre a quem tiver alguma coisa contra mim. Eu peço e agradeço em nome de Jesus Cristo.” Amém.

.

 

Atualizada em 13.07.2019

Copyright 2000 - 2019 © - Buscando Jesus - Todos os Direitos Reservados