"Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração"               Jer 29:13

Mensagem da Semana

Mensagens anteriores

Mensagens de encorajamento

JAMI - CBN

  Bíblia   Sagrada

Cura e Libertação

     Portal      Batista

Assinar Livro de visitas

Livro de visitas Registros Antigos

Facebook

Cristo e o Meu Casamento

25.06.2022  

E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne?Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” Mateus 19:5-6.

O casamento é uma instituição divina e por isso Deus tem o máximo interesse em que Cristo seja Senhor de cada casal cristão. O problema é que nem sempre isso é uma realidade.

Não existe casamento sem crises. A questão não é desviar delas, mas como enfrentá-las. Um casal que se vangloria de nunca ter tido um rusga entre eles, das duas uma: ou ambos estão mentindo ou um sufocou a personalidade do outro. Por outro lado, um casal que vive discutindo freqüentemente demonstra imaturidade emocional e dificuldade em se ajustar ao outro por teimosia ou desejo de não querer cooperar mesmo.

Mas a companhia constante de Jesus Cristo, em nosso lar, fortalecerá nossos laços conjugais desde que tenhamos a consciência de que é ele quem governa tudo.

Na língua chinesa, a palavra que se usa para crise é a mesma que se usa para oportunidade. Para os chineses, crise é igual a oportunidade. Um casal que se ama e está compromissado entre si e com Deus verá em cada crise de seu casamento uma oportunidade de ajuda mútua e crescimento pessoal. É preciso, no entanto, estar atento aos motivos que forçam o aparecimento de uma crise conjugal. Um deles é a não atenção aos pequenos fatos. As grandes crises que empurram o casal para a separação começam com situações pequenas que não ficam resolvidas, mas sufocadas dentro de cada um. Casais que conversam sobre algo que está errado e resolvem o problema têm chances de evitar que isso possa tomar dimensões incontroláveis. Evite acumular pequenas desavenças porque isso pode funcionar como uma bomba de retardo. Ao explodir destrói todos que estão por perto: pais, filhos, parentes, etc.

Outro motivo é a sobrecarga de atividades do casal em que não sobra tempo para estarem juntos. Quando tal acontece por períodos curtos e por necessidade intransferível, é bom que o casal fique atento. Mas, quando se torna rotina, é natural o distanciamento, o não compartilhamento de problemas e emoções, e quando menos esperam se tornam dois "estranhos" dentro de casa. Tempo a dois é um dos preventivos para se evitar grandes crises.

Viver a dois é arte. E arte é o exercício constante de nossas aptidões e busca pelo aprimoramento. Casamento feliz e ajustado não cai do céu, nem é conseguido com passe de mágica, mas uma luta a dois (não entre os dois) é dueto, não duelo, em que um ajuda o outro a crescer; um procura conhecer e compreender o outro; uma parte só está bem quando a outra também está. Jesus Cristo quer ser o Senhor do casamento para que o espírito de paz, harmonia e entendimento dominem no lar. Para que ele seja Senhor é preciso convidá-lo, e essa iniciativa é sua.

Lembre-se que Cristo transforma e tem poder para modificar qualquer situação desde que o casal deseje.

Extraído e adaptado do livro: Cristo Em Minha Vida Diária

Autor: Darci & Nancy Dusilek

Para Meditar:"Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela." Efésios 5:25.

Oração: Senhor, eu Te peço que me ajude a amar o meu cônjuge, respeitar as suas limitações, valorizar as suas qualidades e ignorar os seus defeitos. Jesus eu Te convido para ser o Senhor do meu lar, da minha família e da minha vida. Eu peço e agradeço em nome de Jesus Cristo.” Amém.

.

 

Atualizada em 25.06.2022

Copyright 2000 - 2022 © - Buscando Jesus - Todos os Direitos Reservados