Obrigado pela visita, Deus te abençoe Jesus te ama

"Buscar-me-eis,               e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração"               Jer 29.13

.

 

Página Inicial    

Agradecimentos

Bíblia Sagrada 

Cartões             

Palavra Jovem 

Mensagens anteriores        

Mensagens Virtuais        

 

.

Mensagens Anteriores

 Voltar para a lista de Mensagens

Não Pare, Insista!

20.02.2016  

Na vida de intercessão nenhuma tentação é tão comum como a de deixar de perseverar. Começamos a orar por determinada coisa; apresentamos as nossas petições por um dia, uma semana, um mês; então, não recebendo ainda nenhuma resposta definida, desmaiamos e cessamos inteiramente de orar sobre o assunto.

É uma falta de proporções incalculáveis. É nada mais nada menos que o velho costume pernicioso de começar as coisas e não acabar. Ele é prejudicial em todas as áreas da vida.

Quem forma o hábito de começar sem acabar, simplesmente formou o hábito de fracassar. Quem começa a orar por um assunto e não persiste até obter segurança da resposta, por sua vez está formando na vida de oração o mesmo hábito de fracasso.

Desanimar é fracassar. Esse fracasso produz desencorajamento e descrença na realidade da oração, e isto destrói a possibilidade de êxito.

Mas alguém dirá: “Então por quanto tempo devemos orar? Não chegamos a um ponto em que devemos cessar de pedir e deixar o assunto nas mãos de Deus?”

A única resposta é: Ore até receber o que pediu, ou então até ter a certeza, no coração, de que o receberá.

Só num desses dois casos deveríamos deixar de insistir, pois a oração não significa apenas recorrer a Deus, é também entrar em conflito com satanás. E visto que Deus está usando a nossa intercessão como um poderoso fator de vitória nesse conflito, ele somente, e não nós, deve decidir qual é o tempo de cessarmos com a nossa petição. Por isso, não paremos de orar enquanto a resposta não tiver vindo, ou enquanto não recebermos a certeza de que virá.

No primeiro caso, paramos porque vimos. No segundo, paramos porque cremos, e a fé de nosso coração é tão segura como a vista dos nossos olhos; pois é a fé vinda de Deus, em nós.

Cada vez mais, em nossa vida de oração, experimentaremos e reconheceremos esta certeza dada por Deus, e saberemos quando descansar tranqüilamente nela ou quando continuar a pedir até receber.

Lembremos da lição que Jesus nos dá, na parábola do amigo importuno, em Lucas 11:5-10, quando ele nos diz que devemos insistir em nossas petições junto ao pai, pois pela nossa insistência seremos atendidos.

Fiquemos firmes na promessa de Deus até que ele venha ao nosso encontro. Ele sempre volta pelo caminho de suas promessas.

Extraído e adaptado do livro: Mananciais no Deserto – Edição do Milênio

Autor: Lettie Cowman

Para Meditar: "E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; Porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á. E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente? Ou, também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?" Lucas 11:9-13.

Oração: “Senhor, eu Te peço que me ajude a pedir somente aquilo que está de acordo com a Tua Palavra e que realmente tenha necessidade e que seja útil à minha vida. Que eu seja perseverante nas minhas petições, insistindo até vê-las atendidas. Pai, que eu tenha um coração agradecido por tudo o que fizeste e por tudo o que continua fazendo por mim. Eu peço e agradeço em nome de Jesus Cristo.” Amém.

ENVIAR ESTA MENSAGEM PARA AMIGOS

Copyright 2000 - 2016 © - Buscando Jesus - Todos os Direitos Reservados