Obrigado pela visita, Deus te abençoe Jesus te ama

"Buscar-me-eis,               e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração"               Jer 29.13

.

 

Página Inicial    

Agradecimentos

Bíblia Sagrada 

Cartões             

Palavra Jovem 

Mensagens anteriores        

Mensagens Virtuais        

 

.

Mensagens Anteriores

 Voltar para a lista de Mensagens

Respeite as Instituições Divinas

04.03.2017  

Porém, quanto a nós, o Senhor é nosso Deus, e nunca o deixamos; e os sacerdotes que ministram ao Senhor são filhos de Arão, e os levitas se ocupam na sua obra. 2 Crônicas 13:10.

Após a insurreição comandada por Jeroboão, em que Israel se dividiu em dois reinos - o reino do Norte, que continuou com o nome de Israel, e o do Sul (o de Judá), que havia perdido dez tribos e passou a ser constituído das tribos remanescentes de Judá e Benjamim houve uma batalha sangrenta com a perda de muitas vidas. Algum tempo depois, ao morrer Roboão, Abias, seu filho, foi quem o sucedeu. Logo, este ordenou uma batalha contra o reino rebelde do Norte que vivia atacando o do Sul.

Antes da batalha, o rei Abias levantou a voz e deu uma chance as tribos do Norte, lembrando-as de que Judá tinha decidido manter o Senhor como seu Deus, o que não fizeram os rebelados de Israel (1 Crônicas 13:10,11). Ele ainda fez referência a partes das Escrituras em que o Altíssimo havia concedido a Davi e aos seus filhos a soberania sobre Israel (1 Crônicas 13:5; 2 Samuel 7:12,13,16). No entanto, os argumentos de Abias não adiantaram muito. Então, com 400 mil homens, ele marchou para combater Jeroboão, o qual ia contra ele com o dobro de soldados.

Abias tentou fazer com que os rebelados reconhecessem que não prosperariam, pois o reino pertencia a família de Davi, e, por terem deixado o Senhor, seriam derrotados. Foi uma das maiores batalhas que ocorreu em toda a Terra. Jeroboão, perito em guerrear, arquitetou um plano: rodeou Judá. e, com isso, parecia que ia vencer. Porem, Abias e seu povo clamaram ao Altíssimo, que lhes ouviu e feriu Israel. O numero de mortos foi muito grande: 500 mil valentes.

O que aconteceu naquele dia serve de exemplo para todos os que são de Deus. Não importa a quantidade de soldados inimigos que se lancem contra nós. Os que, de fato, servem ao Todo-Poderoso e não negam Seu senhorio jamais perecem, pois o próprio Deus luta por eles. Abias tentou persuadi-los a não continuarem na teimosia. Em sua admoestação, lembrou-os até do sacerdócio instituído pelo Senhor, por meio do qual os filhos de Arão e os levitas faziam a obra, algo que Israel julgou insignificante. Por isso perderam o Senhor e, sem Ele, ficaram fracos e foram derrotados na guerra.

A lição que tiramos disso é que aqueles que se levantam contra os que foram instituídos por Deus para realizar Sua obra rebelam-se contra a vontade divina. Ora, o pecado de rebelião é igual aquele cometido pelos que se dão à feitiçaria (1 Samuel 15:23a). Todos aqueles que se sublevam contra os mandamentos divinos amargarão a derrota. tais problemas aos seus descendentes.

Será abençoado somente quem tem o Senhor do seu lado e cumpre Seus mandamentos (João 14:21).

Ninguém deve esquecer que a obra de Deus, como o nome já diz, tem o Senhor no comando. Quem se deixar levar pelo demônio da divisão, certamente, será envergonhado e derrotado, pois estará lutando contra o Comandante dos exércitos celestiais.

Extraído e adaptado do Livro: Bênçãos do Verão

Autor: R. R. Soares

Para Meditar: "Eu te louvarei, Senhor, com todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas. Em ti me alegrarei e saltarei de prazer; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo. Porquanto os meus inimigos retornaram, caíram e pereceram diante da tua face. Pois tu tens sustentado o meu direito e a minha causa; tu te assentaste no tribunal, julgando justamente; Repreendeste as nações, destruíste os ímpios; apagaste o seu nome para sempre e eternamente. Oh! inimigo! acabaram-se para sempre as assolações; e tu arrasaste as cidades, e a sua memória pereceu com elas. Mas o Senhor está assentado perpetuamente; já preparou o seu tribunal para julgar. Ele mesmo julgará o mundo com justiça; exercerá juízo sobre povos com retidão." Salmos 9:1-8.

Oração: “Senhor, eu Te peço que me ajude na pregação da Tua Palavra, para que as pessoas tenham os seus olhos abertos e vejam as Tuas maravilhas e entendam que só através de Ti podem alcançar a salvação. Que essas pessoas não se deixem levar pela ganância, ou por outros pecados, para justificar suas más ações e mentiras. Se continuarem assim como ficarão no dia do acerto de contas? Da maneira que estão vivendo, caminham para o juízo eterno, a fim de receberem a sua condenação. Que essas pessoas caiam em si e vejam o quanto o diabo as tem enganado. Pai, tem misericórdia dessas vidas. Eu peço e agradeço em nome de Jesus Cristo.” Amém.

ENVIAR ESTA MENSAGEM PARA AMIGOS

Copyright 2000 - 2017 © - Buscando Jesus - Todos os Direitos Reservados