Obrigado pela visita, Deus te abençoe Jesus te ama

"Buscar-me-eis,               e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração"               Jer 29.13

.

 

Página Inicial    

Agradecimentos

Bíblia Sagrada 

Cartões             

Palavra Jovem 

Mensagens anteriores        

Mensagens Virtuais        

 

.

Mensagens Anteriores

 Voltar para a lista de Mensagens

A Fé Vitoriosa

13.03.2021  

Também vimos ali gigantes, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos.” Números 13:33.

Sim, eles viram gigantes, mas Josué e Calebe viram a Deus! Os que duvidam dizem: “Não poderemos subir.” Os que crêem dizem: “Subamos e possuamos a terra, porque certamente prevaleceremos contra ela.”

Os gigantes representam, para nós, as grandes dificuldades; e os gigantes estão à espreita em toda parte. Estão na família, na igreja, na vida social, e até em nosso próprio coração; ou nós os vencemos, ou eles nos devorarão, como disseram aqueles homens a respeito dos gigantes de Canaã.

Disseram os homens de fé: “Como pão os podemos devorar.” Em outras palavras: vencendo-os, ficaremos mais fortes do que se não houvesse gigantes para vencer.

Portanto, se não possuirmos a fé vitoriosa, seremos devorados, consumidos pelos gigantes que há em nosso caminho. Tenhamos o mesmo espírito de fé que havia em Josué e Calebe; vejamos Deus; ele tomará conta das dificuldades.

É quando nos encontramos no caminho do dever que surgem os gigantes. Quando Israel avançou, apareceram os gigantes. Quando eles voltaram para o deserto, não encontraram nenhum.

Há uma idéia muito comum de que o poder de Deus na vida humana deve erguê-la acima das dificuldades e dos conflitos. O fato, porém, é que o poder de Deus sempre traz um conflito e combate. É de se pensar que, em sua viagem missionária a Roma, Paulo estivesse por alguma poderosa manifestação de Deus, livre das tempestades e dos inimigos. Mas, ao contrário, sua viagem foi uma dura e longa luta contra as perseguições dos judeus, contra violentos temporais, contra víboras e todos os poderes da terra e do inferno, e quando foi salvo, foi salvo nadando até à ilha de Malta, segurando-se nos destroços do navio; por pouco não teve o mar por sepultura.

Era isto próprio de um Deus todo-poderoso? Sim, exatamente. E Paulo nos diz que, quando colocou o Senhor Jesus Cristo como a vida de seu corpo, veio-lhe imediatamente um grave conflito; aliás, um conflito que nunca terminou, uma pressão que foi persistente, mas da qual ele sempre saiu vitorioso pela força de Jesus Cristo.

A linguagem em que ele descreve isto é a mais eloqüente. “Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo.”

Que luta incessante! É impossível expressarmos em nossa língua a força das expressões do texto no original.

Sim, lugares difíceis são a própria escola da fé e do caráter.

Extraído e adaptado do livro: Mananciais no Deserto – Edição do Milênio

Autor: Lettie Cowman

Para Meditar:"Para Meditar: "Tão somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo desta terra, porquanto são eles nosso pão. Retirou-se deles a sua defesa, e o Senhor está conosco; não os temais." Números 14:9.

Oração: Senhor, eu Te peço que me ajude a manter firme a minha fé, confiando plenamente em Ti, pois Tu és a minha rocha e a minha salvação. Firme e confiante na Tua Palavra alcançarei a vitória. Eu peço e agradeço em nome de Jesus Cristo.” Amém.

ENVIAR ESTA MENSAGEM PARA AMIGOS

Copyright 2000 - 2021 © - Buscando Jesus - Todos os Direitos Reservados