Obrigado pela visita, Deus te abençoe Jesus te ama

"Buscar-me-eis,               e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração"               Jer 29.13

.

 

Página Inicial    

Agradecimentos

Bíblia Sagrada 

Cartões             

Palavra Jovem 

Mensagens anteriores        

Mensagens Virtuais        

 

.

Mensagens Anteriores

 Voltar para a lista de Mensagens

Não Desista, Insista!

27.03.2010  

“Prosseguiu o Senhor: Ouvi o que diz esse juiz injusto. E não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que dia e noite clamam a ele, já que é longânimo para com eles?” Lucas 18:6-7.

A negligência que geralmente demonstramos para com a resposta às bênçãos que pedimos, mostra como há pouca realidade em nossas orações. O agricultor não se satisfaz sem a colheita; o atirador observa se a bala atinge o alvo; o médico aguarda o efeito do remédio que aplicou; por que não se importará o crente com o efeito da sua oração?

Toda oração, feita com fé, segundo a vontade de Deus, segundo as Suas promessas, oferecida no nome de Jesus e sob a influência do Espírito Santo, quer seja por bênçãos temporais ou espirituais, é ou será plenamente respondida.

Deus sempre atende às orações de Seu povo, fazendo aquilo que mais contribuirá para a Sua glória e para o bem-estar espiritual e eterno dos Seus. Assim como sabemos que Jesus Cristo nunca rejeitou ao pecador que se achegou a Ele buscando misericórdia, também cremos que nenhuma oração feita em Seu nome será vã.

A resposta à oração é certa, embora talvez não estejamos discernindo a sua chegada. A semente que jaz sob o solo no inverno está lançando raiz, com vistas a florescer e frutificar, embora ainda não apareça na superfície do solo e pareça morta e perdida.

Os tempos de Deus não estão às suas ordens. Se o primeiro atrito da pedra não produz fogo, você tem que tentar de novo. Deus ouvirá a oração, mas Ele pode não responder na hora marcada pela nossa mente. Ele Se revelará ao nosso coração que busca, mas não exatamente no momento que marcamos em nossa expectação. Daí a necessidade de perseverança, importunação e súplica.

No tempo em que se produzia fogo pelo atrito de pedra e aço, e dos fósforos de enxofre, tínhamos de fazer o atrito e riscar o fósforo muitas vezes até conseguirmos uma centelha que pegasse no material inflamável; e ficávamos bem contentes quando por fim o conseguíamos.

E não seremos assim perseverantes e esperançosos quanto às coisas celestiais? Neste assunto há razão para mais certeza de sucesso do que com aqueles fósforos, pois temos aqui promessas de Deus.

Nunca percamos a esperança. O tempo de Deus mostrar misericórdia chegará. Sim, já chegou, se já chegou o tempo de nós crermos. Peça com fé, não duvidando; mas não cesse de pedir, se o Rei está demorando a responder. Risque o fósforo outra vez. Faça voarem as faíscas e tenha preparado o seu material inflamável. Breve você terá fogo.

Extraído e adaptado do Livro: Mananciais no Deserto

Autor: Lettie Cowman

Para Meditar: "Ó minha alma, espera silenciosa somente em Deus, porque dele vem a minha esperança. Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é a minha fortaleza; não serei abalado." Salmos 62:5-6.

Oração:Senhor, agora entendi como pleitear a minha causa diante de Ti. Pai, serei persistente em minhas orações, jamais desistirei de esperar a Tua resposta e sei que as Tuas promessas se cumprirão em minha vida.” Amém.

ENVIAR ESTA MENSAGEM PARA AMIGOS

Copyright 2000 - 2010 © - Buscando Jesus - Todos os Direitos Reservados