Obrigado pela visita, Deus te abençoe Jesus te ama

"Buscar-me-eis,               e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração"               Jer 29.13

.

 

Página Inicial    

Agradecimentos

Bíblia Sagrada 

Cartões             

Palavra Jovem 

Mensagens anteriores        

Mensagens Virtuais        

 

.

Mensagens Anteriores

 Voltar para a lista de Mensagens

O Ensino Que Faz a Diferença

13.09.2008  

“Então, pela virtude do Espírito, voltou Jesus para a Galiléia, e a sua fama correu por todas as terras em derredor. E ensinava nas suas sinagogas e por todos era louvado.” Lucas 4:14-15.

Logo depois da tentação no deserto, Jesus voltou para a Galiléia, ensinando nas sinagogas a Palavra de Deus. As pessoas ouviam o Mestre falar e os demônios eram expulsos. O que Jesus ensinava? O que fazia as pessoas acreditarem que Ele era diferente dos outros?

Em todo o Antigo Testamento, não encontramos sequer uma pessoa expulsando demônios ou ensinando que por trás de qualquer enfermidade ou sofrimento está a mão de Satanás. Naquela época, a única pessoa que lidou com um demônio foi Davi, antes de ser rei, quando Saul estava perturbado por um espírito maligno que se apartava dele por um tempo somente quando Davi tangia sua harpa (1 Samuel 16:14-23). Portanto, a diferença entre o período do Antigo Testamento e o que se iniciou a partir do ministério terreno de Jesus (Novo Testamento) é que, naquele, não havia libertação. Além disso, os israelitas acreditavam que a doença e o sofrimento eram provenientes de Deus.

Cristo, entretanto, foi o Único que começou a dizer: “Se você está sofrendo, Deus não é o causador desse sofrimento, mas, sim, o diabo”: O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância (João10:10). Ao pregar essa verdade, o povo ficava curado e liberto.

Voltando ao texto de Lucas 4, no versículo 28, lemos que, ao fim da explanação de Cristo, todos na sinagoga ficaram irados porque Jesus falara a Verdade. Então, expulsaram-nO daquele local e da cidade (versículos 29 e 30). Há pessoas que também agem assim: expulsam Jesus da vida delas quando Ele lhes mostra o pecado.

E estava na sinagoga um homem que tinha um espírito de um demônio imundo, e este exclamou em alta voz, dizendo: Ah! Que temos nós contigo, Jesus Nazareno? Vieste a destruir-nos ? Bem sei quem és: o Santo de Deus. E Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te e sai dele. E o demônio, lançando-o por terra no meio do povo, saiu dele, sem lhe fazer mal. Lucas 4:33-35

Em outras palavras, o demônio estava dizendo: “Nós estamos matando, roubando e destruindo porque esse é nosso direito neste mundo desde que Adão pecou; estamos agindo legalmente”. Como Jesus lidou com essa situação? À semelhança de como agiu ao ser tentado no deserto, não perdeu tempo dialogando com o demônio; não Se deixou ludibriar por palavras enganosas (Vieste a destruir-nos?); não aceitou a insinuação maligna de que Ele estivesse ilegalmente no mundo como Deus, e não como homem (Bem sei quem és: o Santo de Deus); agiu com autoridade (Cala-te e sai dele).

A Bíblia está repleta de bênçãos para os filhos de Deus. Enquanto você não ousar crer que são para você, elas não se cumprirão. Jesus assumiu as promessas do Pai e as ensinou. O mundo cristão está dividido em duas partes: entre as pessoas que crêem na Escritura Sagrada e as que A ouvem, mas jamais A aceitam. Ouse crer na Palavra de Deus e enfrente, com a sabedoria do Alto, as ciladas malignas.

É tempo de despertar para a obra de Deus! A única maneira de lidar com demônios é agir como Jesus agia. Se você sente que, de alguma forma, contaminou-se com o diabo, peça perdão a Deus, repreenda o demônio (exigindo que ele saia de sua vida) e volte para a Verdade, que é Jesus. O Senhor há de fazer de você uma bênção em Seu Reino. Vigie para não ser enganado pelo inimigo. Agindo conforme a Palavra de Deus, você será sempre um vitorioso, em Nome de Jesus!

Extraído e adaptado do livro: Mensagens Que Falam

Autor: R. R. Soares

Para Meditar: "Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê em mim, esse também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas; porque eu vou para o Pai." João 14:12.

Oração: “Senhor, obrigado pela autoridade que nos deste e por nos mostrar a simplicidade do evangelho. Obrigado pela boa notícia, que Jesus salva, cura, liberta, prospera e abençoa a todos os que crêem no Seu nome.” Amém.

ENVIAR ESTA MENSAGEM PARA AMIGOS

Copyright 2000 - 2008 © - Buscando Jesus - Todos os Direitos Reservados