Obrigado pela visita, Deus te abençoe Jesus te ama

"Buscar-me-eis,               e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração"               Jer 29.13

.

 

Página Inicial    

Agradecimentos

Bíblia Sagrada 

Cartões             

Palavra Jovem 

Mensagens anteriores        

Mensagens Virtuais        

 

.

Mensagens Anteriores

 Voltar para a lista de Mensagens

O Nome de Jesus

25.09.2010  

E. W. Kenyon começou seu livro The Wonderful Name of Jesus com este relato pessoal:

Certa tarde, enquanto eu dava uma preleção sobre “O Nome de Jesus”, um advogado me interrompeu e perguntou:

“Você quer dizer que Jesus nos deu a 'Procuração', o Direito Legal de usar Seu Nome?”

Disse-lhe: “Irmão, você é advogado e eu sou leigo. Diga-me: Jesus nos deu a Procuração?”.

Ele disse: “Se a linguagem significa alguma coisa, então, Jesus deu à Igreja a Procuração”.

Perguntei-lhe, então: “Qual é o valor desta Procuração?”.

Respondeu: “Depende de quanta coisa há por detrás dela, quanta autoridade, quanto poder este Nome representa”.

Então, comecei uma busca para descobrir quanto poder e autoridade Jesus tinha.

Todo o poder e toda a autoridade que Jesus tinha está investido no Seu Nome! A pergunta é: Temos procuração para usar Seu Nome?

A Palavra de Deus ensina que temos. Ele disse que podemos usar Seu Nome para lidar com demônios. Ele disse que podemos usar Seu Nome para ministrar a cura.

Na realidade, é aí que está o segredo: no uso deste Nome! Temos dependido demasiadamente da nossa própria capacidade de libertar alguém - quando, na realidade, é o Nome que o faz.

Kenyon escreveu: A medida da Sua capacidade [a medida da capacidade do Senhor Jesus Cristo] é a medida do valor deste Nome, e tudo quanto está investido neste Nome nos pertence, porque Jesus nos deu o uso incondicional do Seu Nome.

Jesus disse, a respeito do uso do Seu Nome na oração: Até agora, nada pedistes em meu nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria se cumpra. João 16:24.

Até agora quer dizer até o tempo presente. Em outras palavras, até o momento em que Jesus falava aqui aos discípulos, nada tinham pedido em Seu Nome.

Agora, Ele está falando a eles acerca de um “novo dia” sobre a terra, e está lhes dizendo: Pedi e recebereis, para que a vossa alegria se cumpra.

Não, não pedimos por amor de Jesus. Pedir por amor de Jesus não é pedir em Seu Nome. Estamos pedindo em prol de nós mesmo. Não é Jesus quem precisa da cura: somos nós que precisamos da cura. Não é Jesus quem precisa de uma resposta à oração. Somos nós que precisamos. Devido a uma falta de conhecimento neste sentido, muitas orações têm sido destruídas e não funcionaram, porque foram oradas por amor de Jesus, em vez de em Nome de Jesus.

Aqui em João, Jesus não somente nos dá o uso do Seu Nome na oração segundo a Nova Aliança, mas também declara que a oração proferida em Seu Nome receberá Sua atenção especial:

Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar. João 16:23.

Note o que Jesus está dizendo: Você pede ao Pai em Meu Nome - Eu endossarei o pedido - e o Pai o dará a você.

Que promessa espantosa sobre a oração!

Extraído e adaptado do Livro: O Nome de Jesus

Autor: Kenneth E. Hagin

Para Meditar: "E estes sinais acompanharão aos que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e estes serão curados." Marcos 16:17-18.

Oração: “Senhor, obrigado pela procuração que me deste para agir em Teu Nome e por me permitir chegar diante do Pai em Teu nome. Usando esta procuração, em Nome de Jesus eu ordeno que todo mal saia da minha vida.” Amém.

ENVIAR ESTA MENSAGEM PARA AMIGOS

Copyright 2000 - 2010 © - Buscando Jesus - Todos os Direitos Reservados